Abraçando os propósitos de Deus Mt 1:18-24

Atualizado: 4 de Out de 2018

O primeiro propósito de Deus para nossa vida é nos salvar.


O texto revela que Jesus era ao mesmo tempo, filho do homem, nascido de mulher, e filho de Deus, gerado pelo Espírito Santo. V18. É interessante observar que o próprio nome do menino, definiria sua missão. 21Maria daria à luz um filho e ele se chamaria Jesus; porque ele salvaria o seu povo dos seus pecados. Qual o significado da palavra Jesus? Jesus é a forma grega do hebraico Yeshua (Josué), que significa “O Senhor salva”. Deus se encarnou em Jesus, nascido de Maria, portanto filho do homem, mas concebido pelo Espírito Santo, portanto filho de Deus, para que como homem, pudesse derramar sangue para a remissão de nossos pecados, e como Deus pudesse liberar seu perdão a todo aquele que cresse Nele como salvador.


O segundo propósito de Deus para nossa vida é o de ficar bem próximo de nós.


O verso 22 e 23 dá conta de que seu nome também seria Emanuel, que significa Deus conosco. Em Jesus, Deus muda seu endereço, tornando-se mais visível e acessível aos homens. Ao encarnar em Jesus, Deus entrou na nossa história, ficou do nosso tamanho, e depois que Jesus foi assunto aos céus, ele veio habitar em todos aqueles que foram remidos pelo sangue de Jesus. Agora mesmo, você pode colocar a mão no seu peito e dizer: Deus está aqui, dentro de mim, Jesus está em mim, na pessoa do Espírito Santo. Ele me prometeu que enviaria o Espírito Santo, e que estaria não somente entre nós, mas em mim, cumprindo a promessa de que voltaria para mim, e não me deixaria órfão.


O terceiro propósito de Deus para nossa vida é o de se oferecer como nosso sacerdote.


O autor de Hebreus (Hb 4:15-16) diz que para que isso ocorresse foi preciso que ele se tornasse semelhante aos seus irmãos, para ser o sumo sacerdote misericordioso e fiel, e que naquilo que ele mesmo sofreu, ao ser tentado, pudesse socorrer os que estão sendo tentados. Assim como o sacerdote do AT comparecia diante de Deus, todo ano em favor do povo, Jesus, o sumo sacerdote eterno, que em tudo foi tentado como nós, porém sem pecado, se compadece das nossas fraquezas. É comum, em momentos de fraqueza, a gente pensar em Jesus como alguém prestes a julgar, a disciplinar, a condenar. Mas, o fato dele, como humano que foi, saber o que se passa com a gente, o enche de empatia, de misericórdia e compaixão, exatamente em momentos assim. (Hb 4:15-16).


O quarto propósito de Deus para nossa vida, é gestar Jesus em nosso ser. V18.


Precisamos ler esse texto pensando na cultura judaica de 2 mil anos para trás, e numa jovem saindo da puberdade prometida a um homem chamado José. Culturalmente falando, tudo isso conspirava contra Maria, e ambos, José e Maria estavam numa situação difícil. Maria poderia pensar, como é que José, e nossas famílias vão processar esse fato tão extraordinário, tão misterioso. E mais, alguns comentaristas consideram que ela também corria risco de vida, em razão da possibilidade julgamento e condenação, que uma jovem comprometida para o casamento, poderia sofrer caso aparecesse grávida, sem ter coabitado com seu noivo. Todavia, Maria coloca de lado tudo o que poderia conspirar contra ela e José, e se abre para os propósitos de Deus para sua vida. No cântico de Maria, ela diz: A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito exulta em Deus, meu salvador; porque deu atenção à condição humilde de sua serva.

Queridos assim também, como Maria, podemos ficar grávidos dos propósitos de Deus. O apóstolo Paulo usa essa figura quando escreve aos Gálatas (4:19), e diz: Meus filhos por quem de novo eu sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós. Paulo está dizendo que sofre o parto de parir filhos que nasçam grávidos de Cristo. Assim também, podemos oferecer o útero do nosso espírito, onde Cristo seja formado em nós, ao dizer: cumpra-se em mim a tua vontade, que o Espírito Santo me engravide de Jesus. Que o filho de Deus nasça em mim, cresça em mim, para que eu possa andar como ele andou, ser como ele foi, agir como ele agiu, amar como ele amou. Queridos é esse é o nosso chamado.


Deus quer que compreendamos Seu propósito singular para cada membro de sua família, de tal forma que possamos dizer: Eu e minha casa serviremos ao Senhor.

O verso 19 afirma que José amava tanto Maria que pensou em deixa-la secretamente para protege-la. Segunda a lei judaica o noivado equivalia ao casamento. Assim sendo, José poderia romper suas relações com Maria, dando-lhe carta de divórcio. Mas visitado pelo anjo em sonho, resolver obedecer a Deus e receber Maria como sua mulher, mesmo naquela condição. V20-24.

Receber Maria significava concluir o processo do casamento, de maneira a protege-la, a respaldá-la no cumprimento do propósito de Deus para sua vida. Assim foi que José respeitou o propósito de Deus na vida da sua esposa Maria, dando um passo atrás com relação às suas expectativas com relação aquele relacionamento, e como Maria, José acatou a vontade de Deus, recebendo Maria naquela condição.

Irmãos, nossas expectativas, desejos, direitos, podem até serem legítimos, mas em algumas situações, nossa fidelidade e compromisso com os propósitos de Deus, exigirão de nós algumas renúncias, uma vez que esses propósitos podem transcender expectativas, direitos e desejos. O que se nota aqui é que tanto José, quanto Maria, estavam abertos aos propósitos de Deus que transcendiam suas expectativas pessoais. Com essa atitude de José aprendemos que devemos respeitar a individualidade, o chamado, o ministério, o propósito de Deus na vida do nosso cônjuge e filhos, considerando esses propósitos acima dos nossos interesses pessoais e conveniências, porque são maiores que nossa própria vida. Digo isto, porque há maridos e esposas que, por interesses pessoais, e conveniências, boicotam o ministério e o chamado de Deus para suas cônjuges e filhos.

Então, como José, dê um passo atrás e diga: antes de serem meus eles são de Deus, e a autoridade de Jesus é absoluta sobre a vida deles, o que relativiza a minha. Diga: Senhor eu quero ser um encorajador, uma encorajadora, do ministério do meu cônjuge, dos meus filhos, e em vez de boicotá-los quero oferecer a minha retaguarda, para que Sua vontade se cumpra na vida deles.


Conclusão:


1- Jesus quer salvar você nesta noite. Porque esse é o significado do seu nome. Hoje mesmo, você pode receber Jesus como salvador e Senhor de sua vida, recebendo o perdão dos seus pecados, vida eterna, e a nova natureza em Cristo, tomando posse da sua salvação.


2- Jesus é teu Emanuel. O que significa dizer que Deus está muito mais próximo do você, do que você imagina. Porque em Jesus, Deus foi se aproximando de nós, a ponto de fazer de cada um de nós a sua moradia. Por isso, quando você estiver se sentindo solitário, abandonado, órfão, lembre-se: Deus mesmo habita seu ser. Nele você tem acolhimento, aceitação e consolo.


3- Jesus é teu sumo sacerdote eterno. Em momentos de fraqueza você pode chegar ao seu trono da graça, em oração, com total possibilidade de alcançar misericórdia e graça, e ser ajudado em tempo oportuno, antes que as coisas se inviabilizem para você.


4- Jesus quer nascer em crescer em seu ser. Considere hoje, a chegada do Espirito Santo a dizer a todos nós: Salve oh Marias, Deus é convosco, eu quero me derramar e gerar Cristo em vocês, para que vocês andem segundo ele, e cresçam nele, e ele cresça em vocês, de forma a que sejam absorvidos por ele, tornando-se como ele. Mas para isso você precisa dizer como Maria: Eis aqui está o servo do Senhor, eis aqui está a serva do Senhor, cumpra-se em mim toda a tua Palavra.


5- Jesus quer que você compreenda o propósito singular de Deus para cada membro de sua família, e que esse propósito pode transcender seus caprichos, seus interesses pessoais, e sua expectativa. E quem chama Jesus de Senhor, precisa aprender a respeitar Sua vontade na vida de cônjuges e de filhos. Eles são presentes de Deus a nós, mas eles são mais de Deus, do que nossos.

327 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

O plano divino

INTRODUÇÃO Deus descansou no sétimo dia. A sua última criação foi o homem. Ele preparou toda a criação para receber o homem. E você que é nova criatura em Cristo Jesus, Deus preparou toda uma nova vid

IGREJA
BATISTA
   AGAPE

Rua Doze de Setembro, 342

Vila Guilherme

São Paulo - SP​

Tel: (11) 2905-2076
 

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube